Aquecimento do oceano em 1,5ºC pode extinguir nações na próxima década

Pesquisadores australianos indicam que a temperatura média mundial pode aumentar 1,5°C em relação à era pré-industrial entre 2025 e 2027, caso a Oscilação Interdecadal do Pacífico entre em sua fase quente. Se entrar em sua fase fria, o ciclo poderá ser adiado para 2030 e 2031, o que também implica na urgente necessidade de reduções de emissões no curto prazo. Ambos os eventos amplificariam os desastres e consequências de mudanças climáticas já conhecidos. Se esse aumento chegar a 2°C, conforme mostram os modelos, os pesquisadores indicam que os impactos poderiam até mesmo extinguir nações mais vulneráveis.

As metas nacionais de redução de emissões de gases de efeito estufa, chamadas de NDC’s, só começam a valer a partir de 2020. Nesse contexto, o ciclo internacional de metas seria alcançado apenas em 2030, podendo ser tarde para reverter essas previsões.

Saiba mais em: Observatório do Clima Website

       

                                                                           

 

©2013-16 Cidade Administrativa – GEMUC/FEAMRodovia 

João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde

Prédio Minas – 1 º andar

CEP: 31630-900 - Belo Horizonte/MG - Brasil - Todos os direitos de Concepção e Produção são reservados. agência Answeb